Moda

O verão 2015 da alta costura

alta costura

A última semana de janeiro foi dedicada à alta costura, grandes maisons desfilaram suas coleções de verão em cenários de sonho e plateia exclusiva. Com influências diversas, que vão da jardinagem a Shakespeare, as marcas apresentaram uma profusão de cores, texturas e estampas num artesanal que mais pareciam esculturas. Outras, com uma moda “mais vestível”, eram puro glamour e sensualidade.

Este slideshow necessita de JavaScript.

As flores estão presentes em quase todas as coleções, na Alexis Mabille, elas aparecem em meio a transparências, brilho e estampas, até a forma das peças passam a ideia de flores na passarela. Outra que apostou na temática foi Viktor e Rolf, com as flores de Van Gogh. No desfile, vestidos curtos e de formato godê adornados com flores e chapéus de palha, nas estampas, mais flores, dessa vez em 3D.

alexis mabille

Viktor e Rolf

Viktor & Rolf – Alta Costura verão 2015

O jardim da Chanel tem um perfume dos anos loucos (década de 1920), com um tempero de comprimentos midi e mini, tops cropped, cintura baixa e bordados. Os já clássicos tailleurs da marca chegam em cores vibrantes e alegres, como laranja, amarelo e azul.

Chanel1

Chanel – Alta Costura verão 2015

Chanel

Chanel – Alta Costura verão 2015

O japonismo inspirou a coleção da Armani Privé, que teve como base o bambu, muito admirado pelos japoneses por sua combinação de aparência delicada e força, a planta é um símbolo de resistência. Nas roupas estampas e bordados da planta, nos detalhes o próprio bambu abotoava algumas peças. Amarrações tipo quimonos e dobraduras dão forma aos looks de cores neutras.

armani

Armani Privé – Alta Costura verão 2015

Na Valentino a inspiração veio de “Inferno”, de Dante, Shakespeare, música pop italiana e da obra de Marc Chagall, não tem como ser mais romântico. Os vestidos são esvoaçantes, bordados e rendados, nas estampas: florais, trechos escritos e arabescos. Os decotes quadrados têm influência medieval.

valentino

Valentino – Alta Costura verão 2015

Elie Saab levou estampas em 3D, transparências e lindos bordados para a coleção com cores cintilantes. A sensualidade marcou os desfiles da Atelier Versace e Zuhair Murad. Fendas, decotes, transparências e tons metalizados na primeira, candy colors e rendas na segunda. Os recortes inusitados da Versace formam lindos desenhos nas roupas e no corpo das modelos.

elie saab

Elie Saab – Alta Costura verão 2015

versace

Atelier Versace – Alta Costura verão 2015

zuhair murad

Zuhair Murad – Alta Costura verão 2015

Schiaparelli trouxe cores fortes em vestidos, terninhos e croppeds com estampas surrealistas e divertidas: mãozinhas e corações.  Já Dior veio futurista com inspiração nas décadas de 1950, 1960 e 1970. Estampas psicodélicas, borracha e plástico em looks glam rock dão o tom Ziggy Stardust da coleção, que foi inspirada por Kansai Yamamoto, figurinista de David Bowie na época de seu personagem mais famoso.

Schiaparelli

Schiaparelli – Alta Costura verão 2015

Dior

Dior – Alta Costura verão 2015

O eterno enfant terrible da moda, Jean Paul Gaultier, brincou com a simbologia do casamento, em especial com o vestido de noiva, e com os gêneros, para a coleção dessa temporada. As “61 maneira de dizer sim” trazem alfaiataria, tule, transparências e sensualidade, em looks assimétricos, metade noiva, metade noivo. Na entrada final, Naomi Campbel rouba a cena vestida de buquê, mais Gaultier, impossível!

Jean Paul Gaultier

jean paul gaultier2

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s