arte/Moda

Moda é arte? O desfile da Viktor & Rolf na Semana de Alta-Costura

viktor & rolf desfile

Essa é uma discussão que está longe de acabar, mas o desfile-performance da dupla de estilistas holandeses Viktor Horsting e Rolf Snoeren vai longe na questão: a moda encontra e se faz arte nessa coleção. Com uma trilha de Henrik Schawrz e um cenário clean, de paredes brancas que remetam a um museu ou uma galeria de arte, as modelos desfilam usando vestidos que são telas ou talvez telas que são vestidos.

Viktor & Rolf3As peças começam em branco, mas com o passar do tempo as “telas” vão ganhando cores, pontos, respingos e rostos, efeitos de action painting adquiridos com cortes de jacquard a laser, bordados e apliques para dar relevo. As modelos, uma a uma, vão sendo despidas e suas roupas são penduradas na parede como verdadeiros quadros numa galeria de arte. São os próprios estilistas que realizam todo o processo, eles são sempre parte essencial de seus desfiles.

Viktor & Rolf

Não é a primeira vez que a Viktor & Rolf apresenta uma coleção por meio de uma performance, a cada temporada uma nova surpresa para o público da marca. Construção e desconstrução, vestir e despir e a ideia de um desfile sendo construído na hora, a passarela “de cabeça para baixo”, roupas em chroma-key e um desfile completamente virtual, com um única modelo, são apenas alguns exemplos. A arte está sempre presente no trabalho da dupla, a coleção passada foi inspirada nas flores de Van Gogh e levou para a passarela vestidos com estampas florais em 3D.

Viktor & Rolf1

Viktor & Rolf2

Mas essa temporada marca uma grande mudança: a dupla decidiu acabar com a linha de prêt-à-porter para se dedicar apenas a alta-costura. O que permite uma maior liberdade de criação, já que a haute couture não foca no comercial e sim no luxo, na exclusividade, na ideia (criação) e no trabalho artesanal com materiais de altíssima qualidade. A ideia é focar na moda conceitual, fazendo experimentações artísticas e tendo a perfumaria como único objetivo da marca para o varejo.

O colecionador Han Nefkens já fez sua compra dessa nova coleção, que será doada para o museu holandês Boijmans van Beuningen. Outros trabalhos da dupla também estão expostos por aí, como no Museu de Arte Contemporânea de Los Angeles, no Mori Art Museum, em Tóquio, o Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris, entre outros. “Moda para admirar, arte para vestir”. Confira abaixo o vídeo do desfile.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s